O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

quinta-feira, 8 de março de 2018

..."Plástica na alma"?!


Esta semana li dois artigos sobre o que significa "Envelhecer" para a mulher. 
Cada um deles expressa opiniões totalmente antagônicas sobre o assunto.
No primeiro que li, uma conhecida jornalista e apresentadora de TV descreve a velhice de uma maneira amarga. Diz que "envelhecer é uma porcaria". E que nem gosta de se olhar no espelho. Que deveríamos poder escolher uma idade, e parar por ali! 😊
No outro artigo, cuja autoria eu desconheço, a autora descreve a velhice de maneira positiva.  Dando o valor devido a cada ruga que tem, pois as mesmas mostram que ela viveu plenamente: sorrindo, chorando... Enfim, vivenciando suas emoções de maneira completa.
Eu, particularmente, identifico-me com a segunda!
Para mim, poder envelhecer é uma bênção e um privilégio que muitos não podem desfrutar.
À cada aniversário, eu agradeço a Deus por mais um ano de vida! Conto meus anos com orgulho - nunca escondi minha idade!
É engraçado: mas tenho amigas que escondem o dia do aniversário. A idade então é um mistério -  que nem Sherlock conseguiria desvendar! 😊
Isso nunca foi um problema pra mim!
É claro que com a idade vêm algumas rugas, um cabelo branco aqui ou outro ali...
O corpo já não funciona como no auge dos nossos vinte anos! 
Ganhamos alguns quilinhos - pelo menos com a grande maioria é assim que acontece.
Alguns fazem plásticas...  Eu não sou adepta. Mas também não sou contra quem faz. Cada um sabe de si!
O que penso é que de nada adianta mudar o exterior, se a pessoa não estiver bem interiormente! 
E infelizmente, ainda não inventaram a "plástica para a alma", que seria o procedimento indicado muita gente!
Eu convivo muito bem com minha idade, minhas ruguinhas, alguns fios de cabelos brancos. Uns pneuzinhos na cintura, que outrora eu não tinha... Algumas dores que antes não sentia. 
Luto a cada dia pra ter uma vida saudável. 
Procuro manter minha mente ativa, pensante, pulsante!
E apesar de contar com mais de meio século de vida: de ser mãe, avó, enfim, uma senhora, como se dizia antigamente - lá dentro, bem lá no fundo, no íntimo do meu ser, ainda existe uma menina...
Que ri, que tem esperança, que tem projetos e sonhos...
E que agradece a Deus todos os dias, por ter o privilégio de poder vivenciar todas as bênçãos que a maturidade traz!
E que gosta de se olhar no espelho e encarar com orgulho, a mulher que se tornou!
Rugas, cabelos brancos, gordurinhas? Tudo isso é secundário!
O que realmente importa, e que faz a diferença na vida das pessoas, é a essência!
Essa - jamais se perderá com a idade, e nem com o tempo... Mas, permanecerá!

2 comentários:

  1. Realmente o que importa é a essência .... amo fazer aniversário, adoro ser lembrada, a idade não me incomoda, me sinto linda do jeito que sou e estou !!!! ❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  2. Adilce Araújo Cotrim8 de março de 2018 19:51

    Parabéns Adelisa! Muito bom e até compartilhei, pois identifico-me com seu texto, já que falamos do assunto, causou-me muita estranheza as palavras "envelhecer é uma porcaria," principalmente de onde veio...
    Mas respeito as opiniões e o ponto de vista das pessoas. Abraço!

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.