O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

domingo, 23 de outubro de 2011

Minha sobrinha Júlia...

Estive pensando a semana inteira, sobre o que eu iria escrever neste dia, pois eu sentia que tinha escrever... Hoje a minha amada sobrinha Júlia completaria 09 anos.
Exatamente no dia 29/05/2010, eu tive a dimensão exata, do significado da palavra “saudade”. Foi o dia em que ela partiu... E nunca uma ausência  foi tão doída como a sua!
Eu já tive inúmeras perdas de entes queridos. Muitas doeram muito num primeiro momento. Só que todas estas perdas, de uma maneira ou de outra, seguiram o curso natural da vida.
Mas a perda da Juju representa ainda, uma dor imensurável...
Ela sempre foi muito presente em minha vida!  Mais do que uma sobrinha,  ela era como uma filha pra mim! A nossa relação era de amor recíproco, e essa certeza me conforta.
O ano passado, neste mesmo dia,  eu escrevi um texto,  em que eu expressei tudo que eu gostaria que ela soubesse, se eu pudesse lhe falar mais uma vez...
Como cristã que sou, tenho consciência, que ela está descansando na plenitude da glória de Deus,  para acordar no dia da ressurreição dos Santos com Jesus.  E não pode sentir ou saber, de nada do que se passa aqui -  nada mais justo,  pois isso a faria sofrer, e no céu não há sofrimento...
Mas o que eu posso dizer mais uma vez neste dia, é que aprendi muito com seu sofrimento e sua morte.  E que ambos não foram em vão!
Eu aprendi que dinheiro, na verdade, não vale nada!  Se eu pudesse dar todas as minhas economias na época, para não vê-la partir, eu o teria feito, sem titubear!
Aprendi a dar mais valor às coisas mais simples do meu cotidiano: como comer, falar, andar e beber um simples copo d’água... Todas estas coisas são bençãos, mas nós só as enxergamos como tais, quando nos deparamos com a impossibilidade de tê-las...
Aprendi a dar mais valor às pessoas, principalmente àqueles que eu amo: pois o que realmente importa nesta vida, é a vida daqueles que amamos!
Muitas vezes, ao longo do tempo, eu acabo me esquecendo, e me estresso por bobagens.  Mas uma data como esta, sempre me faz lembrar  de tudo, e enxergar as coisas com o seu valor devido.
Hoje, eu oro e peço a Deus, conforto para todos nós: em primeiro lugar para minha irmã e meu cunhado, seus pais. Que Jesus os abrace e conforte,  pois eu como tia posso imaginar talvez, uma pequena parte da dor que sentem...
Oro também, pela cura do câncer infantil: todos os dias inúmeras vidas são interrompidas por essa doença implacável!
Agradeço a Deus, pelo conforto que tem nos dado, pois as suas misericórdias têm se renovado à  cada manhã na vida de todos nós!
Hoje, eu fecho os olhos, e me lembro mais uma vez do seu sorriso lindo... Hoje, ela estaria toda feliz e saltitante, certamente com um vestidinho vermelho (sua cor preferida), toda charmosinha, porque seria um dia de festa...
Me lembro mais uma vez, dos seus cabelinhos loiros e da sua voz meiga. Ela era uma menina linda!
Era  e sensível e delicada... 
Essa lembrança dói, mas ao  mesmo tempo,  me traz conforto: pois em meu coração, a sua lembrança  continua  nítida  e viva!
E o Amor que nos unia,  este jamais morrerá!
“Saudade é o Amor que fica”...

9 comentários:

  1. Amiga lindo o seu texto... um abraço bem apertado para vc...
    • SAUDADE É ASSIM…

    Quando se está com raiva existe a palavra, o grito, os argumentos e até a vontade de ficar longe.

    Quando se está feliz existe o abraço, o carinho, o aconchego e as risadas compartilhadas.

    Quando se está triste existem as lágrimas, o desabafo, a mão estendida e o ombro que vai amparar o rosto.

    Quando se está com SAUDADE, não existe nada… não há presença, cheiro, olhar, sorrisos, voz ou proximidade da pessoa que se quer ter perto.

    SAUDADE é vazio preenchido de vontade, é sede que não sacia, é fome que não acaba. Saudade é falta.

    SAUDADE é estar só e ao mesmo tempo rodeada de uma presente ausência, de pensamentos recorrentes, de desejos intermináveis.

    SAUDADE é dormir sentindo, sonhar revivendo e acordar enquanto a alegria continua adormecida.

    SAUDADE não tem cor, mas pode ser cinza quando não há volta ou iluminada como o sol, quando sabemos que estaremos perto de novo.

    SAUDADE é contar o tempo e acreditar que ele está mais lento, é ter a sensação constante de que toda a angústia acabará em alguns minutos, dentro de um abraço.

    SAUDADE é não saber e tentar imaginar onde está quem queremos.

    SAUDADE é música que aperta o peito, riso que desperta o choro, presente que queremos transformar em passado.

    SAUDADE é nostalgia do que ainda não conseguimos esquecer… ou do que não queremos esquecer.

    SAUDADE é perfuro-cortante, afiada e fria como uma lâmina, mas que se transforma em fogo quando terminada.

    SAUDADE é ficar esperando o dia, a hora, o lugar e o momento de dizer “eu senti saudade!”.

    SAUDADE é olhar de longe e pensar o que fazer para acabar com a distância.

    SAUDADE é insana, não tem planejamento, discernimento ou auto-controle… simplesmente revira e tira tudo do lugar.

    SAUDADE é reconstituir por muitas, muitas, muitas vezes o último beijo e o último sorriso.

    SAUDADE é planejar os próximos abraços, toques, ficar agarradinho… é a expectativa de encontrar de novo.

    SAUDADE é isso que você está sentindo agora, enquanto lembra de quem te desperta esse sentimento....

    ResponderExcluir
  2. Maria de Lourdes Barbosa Marques23 de outubro de 2011 13:56

    Ola.Adelisa, tudo bem, saudades de voce.Adorei suas palavras muito bonita a mensagem.Eu sei o q/vcs passam e a falta q/um ente querido faz, eu perdi uma irmã q/ia fazer 40 anos qdo faleceu ja faz 12 anos mas a lembrança e a saudade continua a mesma, pois deixou na epoca um filho c/apenas 11 anos, hj ja está moço, mas qdo olhamos p/ele lembramos mais ainda dela.Tenho certeza q/Deus está te confortando.Um abraço beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  3. Adelisa,

    ...gostaria de compartilhar com voce, a sua dor pela ausencia de sua querida sobrinha.
    Realmente é muito dificil perder uma joia como a Julia (nesta foto ela está
    parecendo uma boneca).
    As vezes fico pensando na sua irmã, como deve estar dificil para ela e seu
    cunhado. É um vazio muito grande, e a saudade que não passa.
    Adelisa, desejo que Deus mande muita força para todos voces, para amenizar o sofrimento.
    Como vc disse, a Julia era muito alegre, e acredito que de onde ela estiver, ela não gostaria de ver voces tristes. Continue sendo aquela querida tia, que ela sempre enxergou e amou.

    Um beijo,
    Mari.

    ResponderExcluir
  4. "Amei tudo que vc escreveu! Vc é especial demais, me emocionei!!! A Julinha faz parte da minha vida também, tenha certeza disso!!! Bjs!!"

    ResponderExcluir
  5. ...Que essa dor passe p vcs, mas que a
    saudade seja uma forma doce de presença, para q vc possa dizer sempre:
    que bom q tenho essa saudade. É como se a Júlia permanecesse em nossa
    vida, alegrando-nos com seu sorriso e recebendo de nós muito carinho.
    O q nos conforta é saber q ela está nos braços do Pai e q um dia nos
    reuniremos todos em volta dessa mesa comungando com Ele para sempre na eternidade.

    ResponderExcluir
  6. Perder alguém querido
    Não há palavras para expressá-la. Não há livro que a descreva. Por isso, o melhor jeito de consolar é falar pouco, orar junto, sentir junto e estar presente, cada um do jeito que sabe.
    Quem ama de verdade não crê que se acabou. A vida é uma só: começa aqui no tempo e continua, depois, na ausência de tempo e limite. Alguém a quem amamos se tornou eterno. E essa pessoa já sabe quem e como Deus é. E também sabe o porquê de sua partida. Por isso, convém falar com ela e mandar recados a Deus por meio dela.
    Se ela está no céu, então alguém, além de Deus, de Jesus e dos santos, se importa conosco. Definitivamente, não estamos sozinhos por mais que doa a solidão de havê-la perdido. Mas é apenas por pouco tempo. Quem amou aqui, sem dúvida, se reencontra no infinito.

    ResponderExcluir
  7. Deveria ser proibido um filho morrer , porque eles são o sentido de nossas vidas
    A perda de um filho nos tira o chão, ficamos sem rumo
    Sei que aos poucos minha tristezas vão ser superadas pelo tempo por mais difícil que seja
    Atualmente estou bem melhor as lágrimas são menos agora, mais o vazio no meu coração ainda esta lá
    Sinto uma enorme ausência muito forte no meu ser.

    ResponderExcluir
  8. Agora ela virou um anjinho lindo para interceder por nós. Deus abençoe você e sua família. A historia dela tocou meu coração. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  9. Como não se emocionar com uma história tão triste e ao mesmo linda, uma jovem princesa que em tão pouco tempo que ficou entre vocês deixou uma marca,uma alegria tão grande e uma lição de vida. Agora ela é um anjinho lindo que está olhando por todos vocês lá de cima ao lado de Papai do Céu.
    Parabéns querida Adelisa pelo seu belissimo trabalho por expressar em palavras um sentimento tão forte.

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.