O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Sobre florescer e frutificar...


Ninguém estava acreditando nela... Nem seu próprio produtor!
Assim encontrei meu pezinho de morangos, quando era apenas uma mudinha mirrada.
Há algum tempo atrás, num final de semana resolvemos passear em um sítio de turismo rural em minha cidade.
Lá eles plantam morangos, entre outras frutas e plantas. Na verdade, eu me interessei por algumas mudas de suculentas.
No mesmo local vi algumas mudinhas de morangos de lado, e perguntei o valor delas também. O produtor me disse que que aquelas não seriam vendidas, pois estavam feias e seriam descartadas. Mas que se eu quisesse, poderia levá-las de graça.
Então peguei as mudinhas, e quando cheguei em casa, plantei-as. Porém, sem muita esperança de que vingassem!
Certa vez, já havia tentado cultivar morangos, sem sucesso.
Plantei-as num vaso em frente à porta de minha cozinha. E fiquei atenta, regando quando necessário. Tirando as folhas velhas, quando apareciam.
Eis que num belo dia, sem que eu esperasse, surgiu uma florzinha branca. E depois outra. E logo, as mesmas deram lugar aos frutos...
Que alegria eu senti!   Consegui extrair vida e força, de uma plantinha que estava condenada! Foi gratificante!
De lá pra cá, já comi três moranguinhos, daquele pezinho que nada prometia! E ele está lá, firme e forte!
Aí, como não poderia deixar de ser, fiz minhas analogias!
Quando me deparo com situações como essa, minha mente “viaja”, e invariavelmente não posso deixar de fazer minhas analogias...
Fiquei logo imaginando que assim são as pessoas!
Muitas vezes a pessoa é desvalorizada: ninguém crê em sua capacidade, em seu valor.  Quando de repente, aparece alguém, uma "alma" boa, que resolve lhe dar uma chance, resolve investir em seus talentos.
E enfim, num belo dia, aquela pessoa surpreende a todos! Dá o seu melhor, mostrando assim sua capacidade e seu valor!
Assim também são as crianças!   Quantas crianças são deixadas de lado, ou depreciadas por pais ou professores relapsos?
Até que um dia, alguém olha para aquela criança, com um olhar mais atento...  E não apenas vê, mas enxerga todo o potencial adormecido e depreciado durante todo aquele tempo!
E como uma flor - ou como os meus morangos -, ela enfim "desabrocha":  para o mundo, para vida!
Penso que nossa relação com Deus também é assim...
Só que Ele é aquela pessoa atenta, que olha por nós com cuidado. Que enxerga-nos por completo desde sempre! Sonda-nos, desde o ventre de nossas mães!
Que sabe como somos preciosos e capazes, mesmo que ninguém mais nos enxergue assim!
E ainda que muitas e muitas vezes sejamos fracos, Ele sabe que poderemos um dia “florescer e frutificar”! Basta que encontremos “terreno fértil” para isso!

Somos raros, preciosos e únicos, aos olhos o Pai! E no que depender Dele, sempre iremos “florescer... E  frutificar”!

           "Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor,
Não chore se o mundo ainda não notou,
Já é o bastante Deus reconhecer o seu valor!
Você é precioso, mais raro que o ouro puro de ofir, 
Se você desistiu, Deus não vai desistir:
Ele está aqui, pra te levantar se o mundo te fizer cair"
                                                            Raridade - Anderson Freire

3 comentários:

  1. Carlos Heitor Chaves21 de junho de 2017 07:17

    Você não extraiu Vida e Força de uma Plantinha condenada.
    Você lhe deu.

    ResponderExcluir
  2. Christiano Mauricio Stockler Filho21 de junho de 2017 07:38

    Aquele produtor virou zumbi; está morto por dentro! Perdeu o essencial: o amor!
    Deve ser uma pessoa pesada!!!
    Como bem disse Confúcio, "Quem ama o que faz, não precisa trabalhar!"
    Tudo que é feito com amor, é leve, agradável, produz frutos e tem o poder da restauração e da cura!
    Parabéns por seu coração! Que Deus a abençoe com a capacidade de mantê-lo assim sempre!
    Sobre sua última sentença, digo que esse é o verdadeiro significado de 'indivíduo'! Porém, infelizmente, existe um lixo cultural de imitar, ser 'o outro', pasteurizar, uniformizar o que Deus criou diferente... daí a perda dessa riqueza divina no mundo, causa de tanta infelicidade e tragédia!
    Sempre admirei a verdadeira diversidade na criação: não existem duas criaturas exatamente iguais, sejam elas folhas, flores, animais, pessoas, flocos de neve... Outro dia me diverti com a história de um inconformado que já catalogou mais de um milhão de flocos de neve, na busca por dois iguais; coitado, vai morrer frustrado!
    Valeu Adelisa!!!

    ResponderExcluir
  3. Grecyell Esterlee dos Santos de Freitas27 de junho de 2017 07:32

    Brilhante analogia, otimo texto!

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.