O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Uma segunda chance...


              - Alguém já se sentiu extremamente feliz ao ter uma segunda chance?
                No início da semana passada tive uma segunda chance!
               Nada muito importante em grau de relevância - se comparado a situações que vivi e vivo no meu dia a dia.
               No entanto, essa segunda chance deixou-me extremamente feliz! Meu coração se alegrou naquele momento!
                Aí como sempre, lembrei-me de situações de outrora. Essas sim, com grande impacto sob minha vida!
             Fiquei relembrando com quantas segundas chances Deus me presenteou! E foram muitas!
                Quantas e quantas vezes tive a oportunidade de recomeçar? De fazer de novo, de fazer diferente! De tentar novamente!
                Separei-me no passado, mas tive a oportunidade de casar novamente.
                Voltei a estudar...
                Parei de trabalhar... Pude voltar a trabalhar depois de muito tempo!
               Tive minha primeira filha muito nova, com vinte anos. Tive novamente o privilégio de ser mãe, aos quarenta e seis anos!
                Há uns quinze anos atrás me converti. Aceitei ao Senhor Jesus como meu Salvador.
                 - Esta foi, a meu ver, a maior segunda chance que tive na vida!
                Como diz a Palavra: “as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo”!
              Naquele dia – no dia do meu batismo - subi das águas, sabendo que ali, naquele momento, nascia uma nova pessoa. Nascia uma nova Adelisa! Os erros que havia cometido passado, tinham ficado pra trás...  Jesus estava me dando naquele dia, uma nova chance!
               E a partir de então, agarrei-a com “unhas e dentes”. E venho tentando ser uma pessoa melhor a cada dia!
           É claro que sou falha, limitada e às vezes tropeço em meio à caminhada! Porém, sigo tentando!
                Quando erro, peço perdão... Apesar de imperfeita, procuro ser justa e verdadeira em tudo que faço!
                Assim a minha vida segue...
                E com a graça de Deus: com muitas e muitas segundas chances!
                Para recomeçar, para fazer diferente.
                Para fazer o correto.  
                Para fazer melhor!!       

Um comentário:

  1. Também tive minha segunda chance com Cristo, há 22 anos atrás. Foi a melhor coisa da minha vida! Fico feliz que também tenha se agarrado a essa chance :)
    Somos irmãs!
    Sabe, o que me ajuda a seguir em frente, apesar do Transtorno Bipolar, é saber que tenho Deus comigo e que Ele está no controle de tudo.

    Abraço da Fran,
    http://nomundodafrancine.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.