O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Assim nasceu um livro...

Imagem extraída do Google
Foram quase três meses de preparação! Isso, sem contar os mais de três anos de escrita.  
A princípio achei que seria bem fácil, pois já tinha todos os textos prontos. Afinal, seria só transpor o meu blog para o papel.
Em fevereiro deste ano, enviei meus textos para várias editoras. E depois de quase quatro meses, uma editora que investe em novos autores se interessou! Em junho, meu sonho e projeto começaram a tomar forma!
Agora seria necessário fazer a revisão ortográfica. A meu ver essa foi uma das etapas mais difíceis! A revisora teve que ter muita paciência comigo, pois algumas coisas eu não queria mudar. Escrevo sempre com os sentimentos, e temia que com a revisão, os meus textos perdessem a emoção que sempre quis transmitir. Enfim entramos num acordo, e gostei do resultado final!
Depois veio a fase se diagramação, em que tive que revisar o livro todinho novamente. Minha irmã Ricardina ajudou-me muito nessa fase. Até enjoou de ler e reler o meu livro... 
Nesse ínterim, creio que por conta da correria e por ter a imunidade meio baixa, fiquei doente. Em quinze dias, tive diagnóstico de conjuntivite, sinusite, artrite, e por aí vai... Até com o joelho imobilizado eu tive que ficar! Fiquei afastada do trabalho também.
Foram dias bem difíceis: tinha que terminar a revisão do livro, pra começar a fase de edição. Mas fiquei tão mal, que atrasei por dois dias o término da revisão! Nessa fase, creio que por conta dos remédios, fiquei bem deprimida também!
De repente, tudo me pareceu sem sentido! Perguntei-me várias vezes se deveria ter começado tudo isso! Bateu uma insegurança! Achei que as pessoas iriam achar ridículo o que escrevo, piegas...  Ou, que estava sonhando muito alto, e tudo o mais... Meu marido teve que ter muita paciência comigo nessa fase.  Sempre me incentivando!
Ele teve que se desdobrar pra dar conta de tudo aqui em casa. Pois, eu, com tudo isso na cabeça e ainda trabalhando, fiquei com pouco tempo para dar atenção a ele, ao meu Pitico (o Pedrinho), a Natália, enfim, a todos de minha família! Os que realmente importam pra mim, como tantas vezes já falei em meu blog!
Graças a Deus melhorei de tudo, a depressão passou.  Glória a Deus que as minhas fases de depressão são bem rápidas! 
Livro revisado, aí vem a escolha da Capa, e etc. Consegui que uma foto minha (a de entrada do meu blog), ilustrasse a capa.
E editora enviava os arquivos do miolo para aprovação, mas sempre tinha ainda alguma coisinha pra arrumar! É incrível, mas a gente lê e relê, e sempre acaba passando alguma coisa. Talvez, ainda tenha passado. Peço desculpas aos meus leitores por isso!
Começa a edição! Prazo apertado. Lançamento marcado!
A secretaria de cultura de minha cidade me apoiou muito: cedeu o espaço para o lançamento, fez uma exposição dos meus trabalhos no local. Fez a divulgação nos jornais. Para minha surpresa, a notícia do lançamento do meu livro saiu em vários jornais da cidade! As pessoas até me reconheciam na rua, e me perguntavam se era eu, a escritora que iria lançar um livro.
Contei rindo para minha irmã Lur, que já estavam me chamando de escritora! E ela me disse: e você ri? É que até aquele momento, eu me considerava apenas blogueira.  Ainda não tinha caído a ficha...
24 de agosto de 2013 – o dia do lançamento! Eu estava lá no local aguardando os convidados para as dedicatórias. Foram chegando aos poucos...
Eu estava meio “passada” no dia! Uma das convidadas me perguntou como estava me sentindo sentada naquela mesa? Qual a emoção que sentia?
E eu dei uma resposta boba: disse que nos últimos dias estava tão aflita com medo dos livros não chegarem a tempo (eles chegaram apenas dois dias antes), que estava me sentindo tranquila naquele momento!
Fiquei muito feliz com o carinho de todos que compareceram! 
Fiquei feliz em rever pessoas queridas que há tempos não via! Revi meus irmãos mais velhos, e fiquei muito feliz com o reencontro!
Meu marido me fez uma surpresa que eu realmente não esperava: contratou um músico para o evento. Ficou um ambiente muito especial!
Todas as pessoas próximas, que acompanharam todo o processo me perguntavam se tudo tinha dado certo. Graças a Deus, sim!
Excetuando-se por duas coisas: a primeira e mais importante - é que com o corre-corre, eu e meus familiares esquecemos  de tirar uma foto com todos nós juntos (faltou uma foto minha, com meus filhos, meu marido, minha mãe, meu sobrinho, meu genro, meus irmãos mais novos, com meus cunhados). De todos nós reunidos num momento tão importante e especial pra mim! Enfim, com as pessoas que me inspiram todos os dias!
E a segunda coisa que não deu muito certo, e que é meio cômica quando me recordo: foi que eu quis dar uma arrumada no cabelo, e fui à cabelereira fazer um penteado para realçar meus cachos. Por ironia do destino, eu passei todo o evento sentindo meus cabelos alisando, alisando...  E sem os meus cachos, me senti em certos momentos, como aqueles cachorrinhos quando vêm da tosa...   Mas isso fica para um outro post do blog! 
Mas agora falando sério: ontem, finalmente caiu a ficha!
Escrevi um livro, com a graça de Deus! Ele está aí quentinho, saído do “forno”.
Não tenho a pretensão de agradar a todos! O que quero que saibam, é que tudo foi feito com carinho e amor. E que saiu diretamente do meu coração!
           Obrigada a todos! Vocês são parte dessa história!
           Que Deus nos abençoe hoje e sempre!
           Com vocês: O que realmente importa...  Um blog... Um livro!
Foto by Karina Andrade
À venda nos sites:

21 comentários:

  1. Que lindo! Que TUDO!!!
    Eu sei como se sente, já passei por isso!
    Aplausos!!!!
    Seja feliz nessa nova etapa de sua vida e que venham mais e mais.
    bjs e suce$$o pra vc!
    Te admiro de montão!
    Ritinha

    ResponderExcluir
  2. Que lagal!!!!!!!!!
    Puxa Adê! Onde está vendendo? Me fala que eu quero um já!

    Te desejo muitas felicidades e alegrias com esse livro! Parebens minha amiga!

    ResponderExcluir
  3. Acho muito bonita a história de como esse livro nasceu e da garra, sensibilidade, talento e força de vontade da Adelisa e realizar esse sonho, mas como ela mesma disse, essa é também uma vitória e conquista de todos que a apoiaram e a incentivaram durante essa trajetória.

    Meus parabéns a escritora que além de construir um trabalho capaz de tocar as pessoas de uma forma simples e singela, possui uma família muito bonita que também nos parece ser um exemplo de vida a todos que tem o prazer desse convívio.

    Aproveito também para agradecer novamente o convite e a recepção no lançamento do livro, que aliás estava muito agradável, nos deixando a sensação que foi feita com o mesmo carinho com que o livro foi feito.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Acho muito bonita a história de como esse livro nasceu e da garra, sensibilidade, talento e força de vontade da Adelisa e realizar esse sonho, mas como ela mesma disse, essa é também uma vitória e conquista de todos que a apoiaram e a incentivaram durante essa trajetória.

    Meus parabéns a escritora que além de construir um trabalho capaz de tocar as pessoas de uma forma simples e singela, possui uma família muito bonita que também nos parece ser um exemplo de vida a todos que tem o prazer desse convívio.

    Aproveito também para agradecer novamente o convite e a recepção no lançamento do livro, que aliás estava muito agradável, nos deixando a sensação que foi feita com o mesmo carinho com que o livro foi feito.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, vim da agenda dos blogs e amei o teu cantinho,,um mimo,,
    seguindo e ansiosa pela sua visitinha,,,
    Beijos com carinho
    Blog---Sempre Bella
    http://sabrinielo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Adelisa
    Que máximo! Meus parabéns amiga! Fico feliz por vc, porque acompanho seu blog há muito tempo, e gosto do jeito que vc escreve, sempre com emoção, como vc disse no post. A maioria dos blogueiros querem escrever um livro, e vc conseguiu! Deus te abençoe mais e mais!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  7. Shirley Nagano Cavallari27 de agosto de 2013 20:15

    Adelisa, estou amando o seu livro!!!
    Parabéns, por esse dom maravilhoso!
    Que Deus te abençoe,sempre!!!

    ResponderExcluir
  8. Tadeu Antonio dos Santos28 de agosto de 2013 09:34

    Parabéns pelo livro, já li algumas páginas e achei muito legal. Um montão de beijos a todos.

    ResponderExcluir
  9. PARABÉNS! E nossa, que legal você estar cercada de um grupo de pessoas que incentivaram a concretização de seu sonho, fiquei arrepiada lendo a sequência de acontecimentos que narrastes em sua postagem.
    Só posso desejar que este livro traga muitas alegrias, e que venham outros, claro. E novamente dar os PARABÉNS!!!
    Muito feliz por você...

    ResponderExcluir
  10. Que legal minha minha!! Merece um parabéns!!
    Vou providenciar o meu!!
    Grande abraço!!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Adelisa. Esse seu livro, agora real, já existia faz muito tempo em seu coração e no coração dos que te cercam. Que ele possa te proporcionar as alegrias todas que vc fez jus por merecer. Me considero privilegiada por ter tido a oportunidade de te conhecer e conviver com vc, Rogério e Pedrinho por nossos 10 dias em Porto Seguro.
    Grande abraço,
    Zizi e Elmo

    ResponderExcluir
  12. Oi Adelisa,

    Não pude comparecer no evento do seu livro, pois estava fora de Campinas, fui visitar minha sobrinha em S.J.do Rio Preto, que agora é mamãe de gêmeas.
    Vi no face algumas fotos do lançamento, e mesmo não estando presente, torci por você. Achei uma graça vc sentada, autografando sua obra, parabéns.
    Vou comprar um exemplar, mas vou esperar, pois quero com dedicatória. rsrs

    Bjs, com carinho,
    Mari

    ResponderExcluir
  13. Ola sou do agenda do blog vim conhecer seu cantinho vem me fazer uma visita tbm bjs...
    http://drea-amigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Estou lendo o livro "O que realmente importa.." da minha amiga: Adelisa Silva, é um livro muito envolvente, que se começa a ler e não quer que ele termine. Choro, rio, vivo as emoções nele contidas, as emoções verdadeira pela qual ela passou, por muitas me identifiquei. Vou citar aqui um trecho, que antes mesmo de lê-lo, eu já havia explicado para minha mãe e parentes este fato que aconteceu em minha vida também, trata-se de um capítulo relacionado a morte da Juju: "O que pude aprender através de tudo isso é estender a mão, dar uma palavra de conforto, um abraço, a quem está sofrendo...a sua morte e seu sofrimento não foram em vão. Aprendi a ser mais solidária, mais humana, mais altruísta. Aprendi a ajudar o outro, a encarar o seu sofrimento, a dar o abraço apertado, a palavra carinhosa. São gestos que não custam nada e que, para quem está sofrendo, tem um significado enorme." Infelizmente eu aprendi a olhar o mundo de outra maneira através do sofrimento, não olho mais para as pessoas pelo seu aspecto exterior, se é feia ou bonita,se é vesga, se é cadeirante, se é deficiente física, coisas que fogem do "padrão de beleza", tento ver sua essência, se ela é boa ou não, se me sinto bem ao lado dela ou não. Não reclamar tanto das coisas que não deram certo, é lógico correr atrás para que deem certo, nunca cruzar os braços, tentar novos caminhos, sem prejudicar ninguém. Na hora da minha morte, não quero procurar por pessoas a quem devo pedir o perdão, quero agradecer. Não quero ser santa, quero apenas ser uma pessoa melhor.

    ResponderExcluir
  15. Olá,venho da Agenda dos Blogs,te fazer uma visita,já estou te seguindo,bjs até mais....
    http://jannycroche.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Bom dia!JESUS É O SENHOR!

    Quando eu pensei em colocar um ponto final,
    Deus acrescentou reticências e disse:
    "Continua, não é o fim."

    http://insondaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Adelisa Silva, adorei o livro, mto bacana mesmo... Continue escrevendo mais no seu blog, assim logo, logo teremos o numero 2.... FELICIDADES ,!!! Bjos

    ResponderExcluir
  18. Estou lendo seu livro! Quando você conta sobre o ônibus que pegava todo dia, chorei de rir heheh estava num consultório médico e até parei de ler.. Queria gargalhar e não podia ehehe
    Parabéns pelo livro.. eu indico!!

    ResponderExcluir
  19. Nossa, achei muito interessante ler a saga que foi para conseguires publicar teu livro... teve altos e baixos e a caminhada não foi tão fácil e simples... mas tu não desistiu e hoje tua obra está aí... parabéns! Te desejo muito sucesso e espero ainda adquirir o livro. Um abraço!
    http://duasepocas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Estou aqui lendo o livro de uma pessoa maravilhosa e esta tão viciante que não paro de ler , mas não quero que acabe logo, se é que me entende. sem palavras pela pessoa que você é , hoje em dia são raras ! Que Deus te abençoe e vamos fazer o Volume II haha — Adelisa Silva.

    ResponderExcluir
  21. De volta à terrinha após um período ao mar que adoro, venho te parabenizar! Sonhar e ir atrás vale sempre! beijos, sucesso! chica

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.