O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

domingo, 5 de outubro de 2014

Enfim...férias!

Praia do Forte/BA
O mês de setembro trouxe pra mim um “presente” ansiado durante todo o ano: minhas férias! Como esse período é esperado e desejado!
O ano todo, trabalhamos muito, nos estressamos, cansamos, passamos por alguns percalços... Mas o que geralmente nos dá ânimo pra prosseguir é saber que um dia as férias chegam!
Durante o ano nos programamos, juntamos um dinheirinho pra viajar e relaxar.
Geralmente vou ver o mar... Como já disse inúmeras vezes, sou apaixonada pelo mar!
Amo as praias de norte a sul do Brasil! Principalmente as de águas quentes, quando tenho o privilégio de ir para o nordeste.
O barulho do mar me acalma, embala o meu sono...
Gosto de conhecer lugares novos, onde a cultura é diferente da minha. Provar novos sabores, novos paladares... Regime nas férias? Nem pensar!
Este ano fomos para um hotel onde tudo era incluso. Nossa! Foi uma festa gastronômica! No começo você fica até meio perdido: tanta coisa para experimentar! Foi tudo muito bom! O lugar era maravilhoso, muito confortável. Foram dias de muita mordomia!
Mas em outros anos, às vezes vamos também para uma praia que fica na divisa do estado de São Paulo com o Paraná, e é uma reserva ambiental. Onde não há muito luxo ou conforto. As ruas são de terra e areia. Não existem restaurantes luxuosos. O único hotel que existe lá, nem televisão tem. Se quiser alguma espécie de luxo; ou se precisar de uma farmácia ou hospital, tem que ir de balsa ou de barco para o continente,
Mas quando vou pra lá, me desligo da minha realidade. Lá não há a preocupação com roupas, sapatos. A gente anda quase o tempo todo de canga e chinelo. Quando não, descalço mesmo! J
 Lá, a natureza é quase intocada. E me sinto muito feliz quando vou pra lá também!!
O melhor das férias é quando se consegue sair da rotina. Fazer coisas diferentes, pelo menos uma vez por ano!
Agora, tirando todos esses prazeres óbvios que as viagens proporcionam, o que eu gosto mesmo de fazer nas férias... E é a primeira coisa que faço quando saio de férias: é calçar minhas "havaianas"! Nem sempre as legítimas... 
Pois legítima mesmo (certas vezes) somente é a satisfação que tenho em sair com elas por aí! J
Vou ao mercado, vou ao centro da cidade... Ando por todo canto com elas. 
Pode ser psicossomático, mas a sensação de liberdade que sinto em andar por aí com meus chinelos é uma das melhores coisas do início das minhas férias...
Assim como ficar em casa de pijama até tarde. Ou, no final de semana, o dia todo: só pra se ter a sensação de estar “aposentada”!! Que delícia! J
Férias são assim: um período sabático. Em que a sensação de liberdade independe do lugar, dos luxos, ou dos prazeres que experimentamos.
O bom das férias, realmente, é poder sair sem compromisso, sem a pressa e a correria do dia a dia.
É poder ir ao centro da cidade de "havaianas".  E não ter que ficar olhando no relógio com medo de perder hora!
É poder tomar um sorvete sem pressa... E desfrutar do prazer de "ser livre", ao menos uma vez ao ano!!

"Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma...". (Sl. 23: 2, 3a)

4 comentários:

  1. Puxa.... Como é bom tirar férias e sonhar com elas, ainda mais em lugares que parecem tão bons!
    Muito bom minha amiga!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom amiga!
    Todos os seus textos são agradáveis de ler... Eu adoro todos!
    Férias é tudo que precisamos, um momento mágico depois daquela luta diária... Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  3. Ana Maria Mussolin Andre24 de outubro de 2014 10:12

    Adelisa, se pudesse, eu viria trabalhar de "havaianas"! É a primeira coisa que faço quando chego em casa, calçar minhas "havaianas".

    ResponderExcluir
  4. Ricardo de Faria Barros24 de outubro de 2014 10:15

    Amiga, amei o texto. A foto é de que praia?
    Achei linda.

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.