O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Fim de semana na roça...♥

Em meio à correria nossa, de cada dia -  geralmente uma vez por mês "fugimos" para o sítio dos meus sogros!
Ao arrumar a minha sacola de viagem, separei meus apetrechos para fazer as unhas e tirar a sobrancelha.
É difícil eu ir ao salão de beleza. Só vou quando tenho que cortar o cabelo.
Mesmo assim, às vezes me aventuro, e eu mesma corto minha franja... 
J
Tem uma amiga minha dona de salão, que brinca e  diz que estou mais parecendo "uma mulher das cavernas"!
Bom, saí com a intenção de aproveitar o fim de semana, e também dar um trato no visual...
Chegamos na sexta à noitinha.  O sábado amanheceu um dia lindo!  E com tantas coisas pra fazer e ver!
Descer no açude pra dar comida para os peixes...
Apanhar limão pra temperar a salada...
Fazer suco de laranja...
Tirar um cochilo na rede depois do almoço... Só na preguiça! J
Brincar descalça na grama com meu filho...
Olhar as galinhas, as vacas...
Andar até a porteira... Contemplar o pôr do sol...
E assim o sábado passou... Graças a Deus passou devagar, ao contrário daqui!
Chegou o domingo: mais um dia lindo de sol!
Friozinho de manhã, grama molhada pelo sereno da noite.
Resolvemos fazer uma caminhada!  Saímos para andar pelas estradas de terra, pelas plantações...
De manhãzinha podíamos sentir o cheiro da terra molhada, o cheiro do mato. O perfume das flores e das frutas...
Avistamos as plantações de trigo, de maçã, de pêssego... As frutas já se formando para uma nova colheita.
Campos verdinhos... Até onde a vista não alcança!
Paineiras em flor! Desde a minha infância eu não via uma paineira em flor...
O brilho do sol refletido num açude que existe a beira do caminho...
Retornei suada, mas com a alma lavada! Sentindo-me mais leve!
Chegamos, e fui ao vizinho comprar atemoias (para quem não conhece é uma fruta parecida com a pinha -  doce feito mel). Mas o vizinho não quis me vender, não! Em vez disso, encheu uma caixa de frutas, e me deu de presente!
Que delícia ganhar todas aquelas frutas, e ter o privilégio de conhecer pessoas tão generosas como aqueles vizinhos!
A hora do almoço chegou. Novamente me deliciei com a comida da minha sogra, que é uma cozinheira de mão cheia! Sua comida é saborosa! Comida com tempero de roça, que aquece o estômago e o coração!
Mais um cochilo na rede... E os preparativos pra volta.
Junto com a bagagem, reunimos todas aquelas delícias que só tem no sítio: leite fresquinho, frutas, queijo, garapa, ovo caipira.
E então fui apanhar cebolinha e coentro pra levar também.
Meu menino correu atrás de mim. A horta fica perto do galinheiro.
De repente começou a ventar. Um vento quente, gostoso... E nessa hora, presenciei uma coisa muito linda de se ver!
O Pedrinho, em meio àquela ventania, no alto de seus três aninhos... seus cabelos lisos descabelando-se com o vento...
E ele ali, paradinho, de braços abertos... Olhinhos fechados, saboreando aquele momento! Pena que eu não estava com a máquina pra registrar.
Mas aquela cena ficou registrada pra sempre dentro de mim! É nessas horas, que a gente entende, que a vida vale realmente a pena... E que a felicidade reside ali - na simplicidade daquele momento!
Voltei pra casa.
Não fiz minhas unhas e nem tirei minhas sobrancelhas... E ainda pra completar, meu pé ficou todo manchado de terra vermelha!
Mas o que realmente importa?
O que realmente importa mesmo, é que aquele final de semana na roça foi para mim como um oásis em meio ao "deserto" que é o corre-corre de todo santo dia!

Link de texto relacionado: http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br/2014/02/um-lugar-onde-tempo-passa-mais-devagar.html

17 comentários:

  1. Que delícia amiga..
    Viajei nessa leitura, senti o vento, o cheiro da fazenda. Deliciosamente consegui relaxar com esse maravilhoso texto..
    Parabéns, muitos parabéns, pelo talento e sensibilidade!

    ResponderExcluir
  2. nossa que legal minha amiga! Um passeio desses é que tô precisando, hahahahhaha.
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  3. Rogério J. C. Silva28 de agosto de 2014 19:43

    Amor;

    Simplesmente lindo.......

    ResponderExcluir
  4. Maria luiza Rezende28 de agosto de 2014 19:52

    Ola!
    Adorei seu texto, leio todos só não comento.
    Eu estou vivendo sem cuidar das unhas, lembra como elas eram? agora só terra, cuido das galinhas, arrumei um cachorro. então é brincando quase que o dia todo com ele, cada dia é mais difícil vir para a cidade, e deixar o outro filho e netos - que saudades! me sinto presa sem ar, o cachorro então, coitado, viver nesse corredor depois de passar dias correndo pela grama e atras das galinhas. e eu, atras tentando separar , 10 a 0 para eles, logico!
    bjs, saudades

    ResponderExcluir
  5. Boa noite amiga linda,parabéns pelo blog lindo!!! vim do blog Agenda dos Blogs, estou te seguindo eu indiquei você para receber um selo de premiação para seu blog, passa no blog para retirar o seu selinho!
    Deus te abençoe
    http://rubiaartes.blogspot.com.br/

    Beijinhosssssssssssssssss lindaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  6. Maria Elisa Tavares Ribeiro31 de agosto de 2014 19:48

    Saudades de você !!!

    Adorei ...lindissimo – suas palavras me trazem uma paz muito grande.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Texto maravilhoso!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Tudo bem?
    Espero que sim.
    Amei o seu blog e trabalho. Parabéns.
    Já estou lhe seguindo.
    Lhe convido a conhecer meu trabalho, é feito com muito carinho e amor.
    Espero que goste.
    Blog: www.bolsinhas-leide.blogspot.com.br
    Fan Page (facebook): https://www.facebook.com/pages/Bolsinhas-de-uma-Leide/254377631336807
    Desde já agradeço sua visita!
    Deus lhe abençoe.
    BeijOs
    Leide
    Bolsinhas de uma Leide

    ResponderExcluir
  9. ADELISA: Você escreve com originalidade! Uma delicia o seu fim de semana na roça.As fotos ficaram lindas.Estou aqui por meio do blog do André Mansim! Estou seguindo o seu blog porque gostei dos seus escritos.Se desejar conhecer o meu e se gostar, será bem vinda. Gostei da capa do livro. A imagem nos traz paz...bem viver. Você também é fotógrafa?Maravilhoso! Beijos e que os seu livro faça todo sucesso e que venda muito!!

    ResponderExcluir
  10. Elisa Pardo Giadas de Masi8 de setembro de 2014 20:52

    Adelisa, que gostoso de ler seu texto! Adorei e também fui com você para o sítio. Natureza é tudo de bom e realmente recarrega nossas energias.

    ResponderExcluir
  11. Nossa Adelisa, 'estive' com você no sítio dos seus sogros.
    Como é bom ler e 'sentir' as coisas descritas.
    Lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  12. Neusa Alcantara da Silva8 de setembro de 2014 23:06

    Que delicia de fim de semana! Precisamos recarregar a 'pilha' perto da mãe Natureza!

    ResponderExcluir
  13. Que delícia esse seu FDS.

    ResponderExcluir
  14. Antonio Rosenilson S de Oliveira10 de setembro de 2014 06:45

    Adelisa, você tem o dom de levar o leitor junto contigo, nas suas andanças...
    Obrigado pelo final de semana que você me proporcionou no sítio!

    ResponderExcluir
  15. Ismael Rodrigues Bandeira10 de setembro de 2014 06:46


    Belissimo!!!

    ResponderExcluir
  16. Grecyell Esterlee dos Santos de Freitas10 de setembro de 2014 09:17

    Estar na roça e pra lá de Bom!

    ResponderExcluir
  17. Realmente é isso o que realmente importa!Família,natureza,simplicidade!
    Um belo domingo para vc e a família!
    Grane beijo

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.