O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Envelhecer...

Imagem extraída do google
Não existem mais velhinho(a)s como antigamente...
Não igual a aquele(a)s que eu conheci na minha infância: que se resignavam em suas cadeiras de balanço, fazendo tricô ou crochê. Ou fumando seu cigarro de palha, sem esperar muito mais da vida...
Nestes últimos dias tenho encontrado um pessoal da terceira idade no clube que frequento, para entregar alguns livros que vendi por encomenda.
Nossa! Como esse pessoal é animado!
Fiquei espantada com a energia e vitalidade que eles têm!
A maioria sai da aula  de ginástica ou de pilates, e já emenda outra de aeróbica, musculação ou hidroginástica. E por aí vai.
E haja folego e disposição!
No início da semana fui cumprimentar minha vizinha que completou 80 anos. Não pude deixar de elogiá-la, pois ela está muito conservada para sua idade! 
E também está bem ativa: faz caminhadas, está sempre bem arrumada e animada!
Então comecei a refletir sobre esse processo tão natural da vida, que é o envelhecer...
Lembro-me de que quando eu era criança, as pessoas de mais idade não tinham tantas atividades e tanta disposição.
Quando os cinquenta anos iam chegando, já eram considerados senhores e senhoras, e todos muito comportados!
Hoje estou com 48 anos. Dentro de menos de dois anos completarei  cinquenta. Ou seja, estou com quase meio século.
Mas glória a Deus: sinto-me muito bem! E de maneira nenhuma, sinto-me com a idade que tenho.
Comentando  com uma amiga minha, ela me disse que sente a mesma coisa. E que às vezes até se acha até meio infantil, pois sempre se sentiu mais nova!
Sempre tive essa mesma impressão no que me diz respeito! J
Mas penso que a velhice, na verdade, nada tem a ver com a idade cronológica da pessoa.
Existem pessoas novas, mas que pensam e sentem como se fossem velhas.
E há idosos, que com sua força, ânimo e vitalidade, deixam muitos jovens "no chinelo"!
Há os que encaram a velhice como um fardo. Só lembrando as impossibilidades que a idade traz.
Mas há também, aqueles que a encaram com otimismo.  Encaram e vivem plenamente a "melhor idade"  -  desfrutando de  todos os privilégios que ela traz consigo.
Acima de qualquer coisa é preciso gostar de viver, e desfrutar da vida em toda a sua plenitude!
Se pararmos pra pensar: envelhecer é uma benção e um privilégio.
Parodiando Adoniram Barbosa: saber envelhecer com dignidade é uma arte, mas é preciso ser sábio!
Hoje em dia não existem mais velhinhos como antigamente...
E graças a Deus que não existem mais!
Hoje o que vejo são “jovens” senhores e senhoras de 70, 80, 90 anos, que estão aí: aprendendo informática, muitos trabalhando ainda.  Fazendo ginástica, dançando, nadando, viajando...
Minha mãe, aos 69 anos terminou de escrever seu livro!
Velho é quem desistiu de sonhar, de planejar, de realizar. Enfim, de viver!
Fica aqui a minha homenagem a todos da terceira idade, ou melhor: da melhor idade!
Que Deus  continue os abençoando em sua força e vitalidade!

“A idade não é o crepúsculo dos anos, mas sim, a aurora da sabedoria!”

10 comentários:

  1. Não cheguei a terceira idade, mas com 30 me sinto melhor do que aos 15. Espero chegar aos 50, aposentada, de bem com a vida, com a saúde, com tempo e $ pra viajar, fazer ginastica, caminhar... só nao quero trabalhar... dessa parte eu ja cansei... rsrs.. Bjo amiga!

    ResponderExcluir
  2. Oi Adê!

    Menina, as coisas mudaram mesmo!
    Será que daqui a mil anos, as pessoas voltarão a durar como as pessoas da Bíblia? Hahahahahahahaha, sei não viu!

    Bela postagem, inspiradora para os velhinhos e para os adolescentes assim que nem nós! Hahahahahahahaha.



    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir

  4. Olá lá ... Aqui, Finlândia / Lapônia / Kuusamo - Eco um pouco "velho homem" ...
    Eu li e que me comparo. Coloque a perna de inicialização.
    Old-Man não é sempre o "velho homem".
    Meu blog você vai encontrar-me - 'muito-old-man' ...
    Eco Greetings
    http://eskoalamaunu.blogspot.fi/

    ResponderExcluir
  5. Desde quando ficar velho caquético é estar na melhor idade? Só louco para dizer uma sandice dessas! Ser jovial é uma coisa. Ser velho retardado que frequentou a "Escola Susana Vieira de 'Sem Noçãozice'" é outra coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço nenhum idoso caquético anônimo, (seria bem melhor eu saber com que estou falando...).
      Mas cada um tem uma maneira de encarar a vida, não é?
      Quem sabe quando a velhice chegar, vc tenha um pouco mais de sensibilidade para enxergar as coisas...
      Saiba que chegar à velhice é uma benção e privilégio!
      Um abraço, que Deus o abençoe.
      Adelisa.

      Excluir
    2. Bênção e privilégio porque a medicina está avançada e permite que mulheres na menopausa façam reposição hormonal e homens tomem viagra e peguem duas de 20, vamos ser francos. Por isso os idosos de antigamente eram "comportados". Vamos parar de fantasiar as coisas e mandar a real.

      Excluir
  6. Milton Pereira Motta Filho19 de setembro de 2013 06:49

    Boa Tarde

    Menina...., na verdade, devido a minha avançada idade, não sei quem é você...., e nem sei do que se trata esse texto, assim mesmo eu agradeço, bem não sei do que agradeço, do que mesmo estamos falando, a agora me lembro, do que mesmo que eu me lembro, depois de ler o nome das pessoas que você mandou esse e-mail, tenho uma pequena lembrança que se trata de alguem que trabalhou comigo, não sei bem em que empresa, sei lá entende, mas se não me falha a lembrança foi nas bandas de Campinas, bem não sei se me lembro, mas não tenho certeza porque lá tambem trabalhava uma tal de Debora e outra Ivete e também Ana se não me falha a lembrança, tinha outra, mas talvez não tenha sido da sua época, lembro-me que era uma turminha muito unida e que gostava de se reunir, mas ultimamente, não sei se pela idade, parece que as reuniões não tem mais acontecido, mas mesmo assim sinto saudades daquele pessoal, o tempo esta passando rápido, hoje faz exatamente 1387 que cá estamos, e sem essas pessoas a coisa tornou-se um tanto chata e ando bem desanimado, talvez eu parta para fazer bolinhas de sabão com minhha neta, croche acho que não vou aprender a fazer e depois isso de ficar sentado o dia todo é muito chato para a minha idade, a parece que é sobre isso que estávamos falando... idade, isso e para quem não sonha..., então deixa pra lá, desculpe-me se não consegui me expressar muito bem..., mas é que o tempo é curto e preferiria falar pessoalmente, ai iria recordar dos anos que trabalhamos juntos, e com recordar é viver iria aumentar um pouco mais meus dias, com saudades de todos vocês e sem mais milonga, um grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi Adelisa
    Tenho 62 anos e me sinto bem.Não posso dizer que não tenho dores, mas eu as alivio com yoga.Cuido da casa, dos netos e ainda tenho um pequeno blog.Envelhecer é muito bom,nos traz calma, tolerância e sabedoria. Espero ainda viver muito. bjs
    http://dicasdepintura;blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Acho que nunca vou envelhecer...Sempre falo para os meus filhos que sou uma eterna criança e que sinto falta das minhas crianças. eles crescem e não querem mais brincar.
    Abraços!
    http://lucienegodoy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.