O que realmente importa...

Minha foto
São Paulo, Brazil
Cheguei ao final do ano de 2009 totalmente estressada e esgotada devido as preocupações do dia-a-dia, com trabalho, estudo, e etc. Na verdade, eu não tinha nenhum problema específico. Apenas, era pessoa ansiosa e preocupada demais com o dia de amanhã. Mas como está na palavra de Deus: "...basta a cada dia o seu mal". Eu precisei passar por um sofrimento muito grande, pra enxergar que na verdade, as minhas preocupações, as minhas ansiedades não mereciam as noites de sono mal dormidas, a depressão que estava querendo tomar conta de mim! Sem querer negligenciar todo resto, eu aprendi que nada nesta vida tem realmente importância, a não ser, a vida daqueles que amamos...estes sim, são o que realmente têm importância em nossa vida... Eu tenho uma filha e um marido maravilhosos, que eu Amo, e que são bençãos que Deus me deu! Eu tenho familiares maravilhosos que eu Amo muito... E tenho amigos maravilhosos que amo muito também...Enfim, tanto pra agradecer ao Senhor! Mas só depois que eu perdi a minha amada sobrinha Júlia, foi que tive a real dimensão da importância de todos eles em minha vida! Todos eles são o que realmente importa pra mim! Todo o restante é secundário...07/2010

Seguidores

sábado, 14 de abril de 2012

Começar de novo...

Imagem extraída da internet
Estes dias tive que fazer uma retrospectiva da minha vida, dos últimos doze anos.
Então comecei a refletir quantas vezes comecei de novo ao longo desses anos...
Há mais ou menos doze anos atrás, eu me vi literalmente sozinha, e me lembrei na época, do refrão daquela música que dizia: "começar de novo, e contar comigo...". 
Na verdade, eu contava comigo mesma e com Deus...
Minha vida, de repente havia mudado radicalmente. E toda mudança, quando drástica, também é dolorosa e difícil!
Tive que recomeçar praticamente do zero! 
Na época voltei a estudar, a trabalhar. Isso tudo, após uma pausa de 18 anos...
No começo me senti totalmente perdida e insegura. O futuro me assombrava.
Sentia-me meio incapaz. Na verdade, eu mesma não acreditava muito em mim...
Mas, com a necessidade, eu fui à luta. Passei de coadjuvante, à protagonista da minha história.
Aos poucos, fui me soltando, perdendo meus medos.
Confesso que fiz muita bobagem... Dei muitas cabeçadas...Mas acabei sobrevivendo no final das contas!
E hoje, quando olho pra trás, vejo que consegui dar a volta por cima.
Agradeço muito a Deus, pois sem Ele em minha vida, talvez eu não tivesse forças nem pra levantar da cama em certas manhãs... O choro às vezes durava a noite inteira, mas "a alegria sempre vinha pela manhã...".
Antes, vivia na fartura, com muito!  Mas, de uma hora pra outra, passei por necessidades, e aprendi a viver com pouco.
Hoje, graças a Deus, tenho mais do que sonhei...  Mas aprendi o valor das coisas, e a ser feliz no muito, e no pouco também... 

Assim como Paulo diz na Palavra de Deus:
"Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então é que sou forte" (2Co 12:10). 

O mesmo Paulo comenta em sua carta aos filipenses: "Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso Naquele que me fortalece". 

Sem querer vangloriar-me do sofrimento que passei, hoje, olho pra trás, e vejo que tudo valeu à pena. 

Também como diz a Palavra: “... também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência” (Rm 5:3).

A minha "tribulação" produziu em mim, não só paciência, mas experiência e crescimento como ser humano.
Hoje, eu creio que sou uma pessoa melhor, através de tudo que passei.
Um dia, tive que recomeçar e sobrevivi!
E, assim como eu, tantas outras pessoas estão por aí: vivendo, sobrevivendo e recomeçando a cada dia...
Conheço mães que perderam seus filhos (a minha amada irmã é uma delas), e de um jeito ou de outro, estão seguindo em frente. 
No começo, aos "trancos e barrancos",  juntando os pedaços que se partiram.
Mas, enfim, um dia acordam, enxugam suas lágrimas, e seguem em frente, pois a vida as impulsiona, de um jeito ou de outro!
Começar de novo é renascer às vezes, tal como "Fênix", em meio às cinzas... 

10 comentários:

  1. Oi Adelisa,

    Tudo bem? Linda a sua história! Creio nessa palavra e sei que podemos tudo naquele que nos fortalece! E recomeçar sempre será o princípio!

    Beijos e tenha um domingo abençoado!

    Lu

    ResponderExcluir
  2. Oi Adelisa
    Gostei muito do seu post, tem um pouco a ver com o meu, que fala que a nossa vida é como a Terra não para de girar, é feita de coisas boas e ruins, e é com as coisas ruins que aprendemos, para sermos pessoas melhores, e superamos, sempre com a ajuda de Jesus e da nossa família.
    Bjão e um ótimo final de semana.

    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente incrível, adorei os posts, principalmente este q me tocou profundamente... já estou seguindo e deixo aki meu humilde convite para q me sigas também... voltarei sempre!
    www.paullolenore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post...lindo....nada como um dia após o outro....

    Mil bjs

    ResponderExcluir
  5. Querida irmã, muito obrigada pelo carinho e incentivo.. amei o seu blog e já estou seguindo.. vc é uma mulher muito especial.. que Deus continue t abençoando ainda mais... bjus

    ResponderExcluir
  6. Passando para conhecer seu blog... Quando li esse trecho, me lembrei de várias lutas minha. "O choro às vezes durava a noite inteira, mas a alegria sempre vinha pela manhã...".
    Parabéns pela sua vitória e que Deus te abençoe cada dia mais...
    beijinhos
    se puder me visita
    http://aquifofura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ei, Adelisa. A vida é uma verdadeira luta e, certas vezes, como você disse, só podemos contar com nós mesmos e Deus. Mas por mais que dê vontade de desistir, sempre vale a pena começar de novo. A vida é linda e tem pessoas que compensam a caminhada árdua. Parabéns por ter dado a volta por cima. Fique com Deus ;) Obrigada pelo seus comentários queridos!
    bjim

    ResponderExcluir
  8. Precisamos recomeçar sempre. As mudanças, as vezes, nos assustam, mas, temos que seguir adiante com muita determinação.

    Adorei a sua visita ao meu blog. Volte sempre quando quiser. Beijos.
    http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Às vezes tudo o que precisamos da vida é um empurrãozinho!!!

    http://duo-postal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Angélica Gotti Rogers14 de outubro de 2012 13:18

    Parabéns seu blog é lindo, sua história de superação, perdas e recomeços..traduzem muito bem o que realmente importa!!!!

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário me deixa muito feliz! Responderei assim que possível em seu blog ou e-mail.